segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Bovespa passa dos 68 mil pontos e fecha no maior patamar em quase 6 anos



Índice subiu mais de 1%, aos 68.532 pontos. Bradespar e Vale lideraram os ganhos do dia após notícia de mudança em acordo de acionistas.

A Bovespa fechou em alta nesta segunda-feira (20), rompendo a barreira dos 68 mil pontos pela primeira vez em anos, com as ações da Bradespar e da Vale liderando os ganhos após anúncio sobre mudança em acordo de acionistas da mineradora.

O Ibovespa avançou 1,16%, a 68.532 pontos. Veja a cotação. É o patamar mais alta desde o fechamento do dia 8 de abril de 2011, quando a bolsa terminou o dia a 68.718. Nas últimas semanas, a bolsa vinha renovando o maior nível desde 2012.
No mês de fevereiro, a bolsa avança 5,97%. No acumulado do ano, sobe 13,7%.

Vale e Bradespar no topo

As ações preferenciais da Vale subiram mais de 6%, e as ordinárias, quase 7%. 

A mineradora informou um novo acordo de acionistas que prevê a incorporação da Valepar pela Vale, além de propor a viabilização da listagem da Vale no segmento do Novo Mercado da BM&FBovespa e transformá-la em uma sociedade sem controle definido.

Vista aérea da Mina de Ferro em Carajás, da Vale, no Pará (Foto: Divulgação)

Analistas do Credit Suisse e do BTG Pactual avaliam a notícia como positiva para a mineradora e para a Bradespar, umas das empresas que integram o grupo Valepar, grupo de controladores da Vale. As ações da empresa avançaram mais de 16%, liderando os ganhos do Ibovespa.

A alta em commodities de minério de ferro na China e nos preços do petróleo também ajudou o bom humor nesta sessão. Petrobras subiu em torno de 2% nas ordinárias e preferenciais.

Cenário interno

Com a agenda econômica esvaziada e com o feriado nos Estados Unidos nesta segunda-feira, investidores voltaram as atenções para eventos de grande relevância esperados para esta semana, incluindo a decisão do Banco Central sobre a taxa de juros brasileira.

No exterior, além da ata da última reunião do Federal Reserve, o mercado aguarda alguma sinalização por parte do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o pacote fiscal, cuja expectativa levou Wall Street a renovar máximas históricas na semana passada.

Última sessão


O principal índice da Bovespa fechou em leve queda na sexta-feira (17), mantendo o movimento da véspera, mas acumulou ganhos na semana.


Senador Agripino sobre sabatina de Moraes: espero que o PT se comporte de forma elegante e não desaforada



O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse esperar que o PT se comporte de forma elegante, e não desaforada, durante a sabatina do ministro licenciado Alexandre de Moraes, nesta terça-feira (21), às 10h, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Não tenho dúvidas de que será uma sabatina dura. Perguntar, questionar e esclarecer fazem parte desse tipo reunião, mas é preciso que tudo seja conduzido de forma elegante, e não desaforada, como houve no passado, quando o PT chegou a ofender algumas pessoas e alguns sabatinados”, frisou o parlamentar pelo Rio Grande do Norte.

Moraes foi indicado pelo presidente Michel Temer para ocupar a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), após a morte do ex-ministro Teori Zavascki em um acidente aéreo, dia 19 de janeiro. Sobre o perfil técnico de Moraes, José Agripino destacou que o jurista é considerado um dos melhores constitucionalistas do Brasil o que, segundo o presidente do DEM, dá a ele todas as condições para ocupar o cargo.


“Do ponto de vista técnico, Alexandre de Moraes é um constitucionalista acima de qualquer suspeita. O livro que ele tem de interpretação da Constituição Federal está na 32ª edição, ou seja, é uma das maiores referências do Brasil. Por isso, tem todas as condições para ser indicado como ministro da suprema corte”, afirmou Agripino.

O Sine-RN oferece nesta terça-feira (21) mais de 12 oportunidades de empregos



SINE/RN

O Sine-RN oferece, nesta terça-feira (21), mais de 12 oportunidades de emprego em Natal e Mossoró. 

Para concorrer às vagas, o candidato deve se cadastrar via Internet no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego através do endereço maisemprego.mte.gov.br ou na unidade do Sine Matriz Cidade da Esperança, localizada na Rua Adolfo Gordo, s/n, Cidade da Esperança - Natal-RN no prédio da Central do Trabalhador no horário de 8h ás 16h ou em qualquer agência do Sine nas centrais do cidadão de Natal e no interior. 

O interessado que não tem cadastro e acesso ao Portal Mais Emprego, pode comparecer as Agências do SINE, com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Número do PIS, cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O atendimento é de acordo com o horário de funcionamento das centrais do cidadão e do SINE Matriz Cidade da Esperança no prédio da Central do Trabalhador, das 8h às 16h. 

VAGAS PERMANENTES - NATAL e GRANDE NATAL OCUPAÇÃO    QUANT. DE VAGAS 

AUXILIAR DE ESCRITÓRIO    1 
BALCONISTA    1 
COZINHEIRO DE RESTAURANTE    1 
FISCAL DE OBRAS    1 
TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO    1 
VENDEDOR INTERNO    1 
VENDEDOR PRACISTA    2 

Total    8 

VAGAS PCD – PESSOAS COM DEFICIÊNCIA - NATAL e GRANDE NATAL OCUPAÇÃO    QUANT. DE VAGAS 

AUXILIAR DE LAVANDERIA    2 
RECEPCIONISTA ATENDENTE    1 

Total     3 

MOSSORÓ E REGIÃO OCUPAÇÃO    QUANT. DE VAGAS 

VENDEDOR PRACISTA    1 

Total    1 

Vagas abertas no Sistema Mais Emprego, acesso em 20/02/2017 às 17h10min - Joacir Morais 

Trabalhador, todas as oportunidades estão sujeitas à alteração. Para saber em tempo real qual ocupação está de acordo com o seu perfil profissional, acesse com seu login (PIS) e senha no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego no endereço (maisemprego.mte.gov.br). 


PF conclui inquérito e diz que Lula, Dilma e Mercadante atuaram para obstruir Justiça



Relatório do inquérito foi enviado ao STF e aponta atuação para 'embaraçar' investigações da Lava Jato. Lula, Dilma e Mercadante negaram todas as acusações.

Em relatório enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal afirma que os ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, além do ex-ministro Aloizio Mercadante, atuaram para obstruir as investigações da Operação Lava Jato.
A informação foi divulgada nesta segunda-feira (20) pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e confirmada pela TV Globo.

A conclusão do inquérito aberto para investigar a atuação dos petistas foi enviada na última quinta-feira (16) pelo delegado da Polícia Federal Marlon Oliveira Cajado dos Santos ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, e ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

No relatório, a PF sugere que Dilma, Lula e Mercadante sejam denunciados criminalmente por obstrução de Justiça. Ao ex-ministro, também é imputado o crime de tráfico de influência.

Como nenhum dos três detêm foro privilegiado, o pedido é para que eles respondam aos supostos crimes na primeira instância da Justiça.

Em nota, a defesa de Lula afirma que a conclusão da PF é "desprovida de qualquer fundamento jurídico" e acusa o delegado de "perseguição" ao ex-presidente (leia a íntegra da nota ao final desta reportagem).

Por telefone, o advogado Alberto Toron, que defende Dilma, afirmou que o relatório "representa apenas a opinião do delegado sobre os episódios investigados" e que a ex-presidente nega ter cometido os crimes a ela imputados.

O advogado Pierpaolo Bottini, que defende Aloizio Mercadante, disse que o ex-ministro recebeu com "surpresa" a manifestação policial e que ele nega qualquer tentativa de obstruir as investigações.

Indiciamento

Apesar de considerar que "o conjunto probatório é suficiente" para imputar os crimes de obstrução de Justiça e tráfico de influência (no caso de Aloizio Mercadante), a PF não os indiciou formalmente.

Segundo a TV Globo apurou, apesar de não ter indiciado oficialmente os três, a PF entende que, na prática, todas as informações enviadas e provas colhidas sustentam um eventual indiciamento no futuro.

Apesar disso, como não há um entendimento claro sobre se a denúncia criminal deve ser apresentada à primeira instância da Justiça ou ao STF, já que Dilma, Lula e Mercadante detinham foro privilegiado no período em que os supostos crimes ocorreram, a Polícia Federal decidiu aguardar manifestação oficial do ministro Edson Fachin sobre o assunto.

Relatório

Para a PF, ao nomear o ex-presidente Lula para a chefia da Casa Civil no ano passado, a então presidente Dilma, em conjunto com Lula, provocaram "embaraço ao avanço da investigação da Operação Lava Jato". A nomeação foi, posteriormente, suspensa pelo ministro do STF Gilmar Mendes.

"No tópico 'embaraço à investigação mediante a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para a chefia da Casa Civil da Presidência da República', também acreditamos haver suficientes indícios de materialidade e autoria do crime [...] atribuível à Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, uma vez que ambos, de forma consciente, impuseram embaraços ao avanço das investigações da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Lula em razão da sua nomeação para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República", diz trecho do relatório.

"A nomeação de Lula caracteriza obstrução de Justiça. [...] O conjunto probatório (contra Dilma, Lula e Mercadante) foi suficiente", aponta o delegado da PF.

No caso de Mercadante, a PF também aponta o crime de tráfico de influência. Ele foi gravado pelo então assessor do senador cassado Delcídio do Amaral, Eduardo Marzagão, durante uma conversa em que teria oferecido ajuda em troca do silêncio de Delcídio, para evitar que o senador fechasse um acordo de delação premiada.

Para a Polícia Federal, essa conversa retrata "embaraço à colaboração premiada do ex-senador Delcídio do Amaral". No relatório, o delegado Marlon Cajado também afirma que Mercadante "atuou de forma consciente para prejudicar acordo de colaboração premiada de Delcídio do Amaral objetivando embaraçar o avanço das investigações da Operação Lava Jato".

"[Há a] Existência da materialidade do crime de tráfico de influência [...] com autoria de Aloizio Mercadante. [...] Vez que o mesmo, a pretexto de desestimular o acordo de colaboração premiada de Delcídio do Amaral, jacta-se de que utilizaria seu prestígio para costurar uma 'saída' junto ao Senado Federal com o então presidente (do Senado) Renan Calheiros e o advogado-geral do Senado, Bruno Dantas, e no Supremo Tribunal Federal, com o ministro Ricardo Lewandowski e outros, de modo a conseguir a libertação de Delcídio do Amaral", diz o relatório.

A Polícia Federal também investigou outro episódio que também teria ocorrido com a intenção de obstruir a Justiça: a indicação do ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), que também envolveria o ex-presidente da Corte, ministro Francisco Falcão.

De acordo com Delcídio do Amaral, o ministro teria sido indicado para a Corte com o compromisso de conseguir a soltura de empreiteiros presos pela Lava Jato.

Nesse caso, a PF sugere o desdobramento das investigações, porque tanto Ribeiro Dantas quanto Falcão detêm foro privilegiado no STF. O pedido do delegado é para que os dois ministros continuem sendo investigados.

Relembre o caso

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao STF abertura de inquérito no início de maio do ano passado para investigar a então presidente Dilma, o ex-presidente Lula, o então advogado-geral da União José Eduardo Cardozo; e o então ministro da Educação Aloizio Mercadante.

O pedido também incluía dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ): Marcelo Navarro Ribeiro Dantas e o então presidente do STJ, Francisco Falcão.
Janot apontou que os seis eram suspeitos de suposta obstrução à Justiça, por tentativa de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

No pedido de abertura de inquérito, Janot mencionou a nomeação de Navarro Ribeiro Dantas em 2015 e também a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ministro da Casa Civil em 2016.

Em delação premiada, o senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) e seu ex-chefe de gabinete Diogo Ferreira disseram que Marcelo Navarro foi nomeado para o STJ sob o compromisso de conceder liberdade a donos de empreiteiras presos na Operação Lava Jato e que Francisco Falcão estaria ajudando a nomeação a ser concretizada.

A nomeação de Lula passou a ser analisada a partir de uma gravação autorizada e divulgada pelo juiz Sérgio Moro de uma conversa com Dilma na véspera da posse. No diálogo, a presidente diz que enviaria a Lula um “termo de posse”, para ser usado só “em caso de necessidade”.

Essa gravação foi anulada pelo ministro Teori Zavascki, mas permaneceu nos autos outros documentos sobre a nomeação, como a publicação em edição extra do “Diário Oficial da União”.

Delcídio também relatou que Cardozo, então ministro da Justiça, fez diversas movimentações para tentar promover a soltura de presos da Lava Jato.

O pedido de inquérito também citava uma gravação feita pelo assessor de Delcídio, Eduardo Marzagão, na qual ele conversa com o então ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Na conversa, Mercadante teria oferecido ajuda em troca do silêncio de Delcídio, para evitar que o senador fechasse um acordo de delação premiada.

O que disseram os citados

Lula

Leia a íntegra da nota divulgada pela defesa do ex-presidente Lula:

É desprovida de qualquer fundamento jurídico e incompatível com a decisão proferida no último dia 14/02/2017 pelo Decano da Supremo Tribunal Federal, o Ministro Celso de Mello, nos autos do Mandado de Segurança nº 34.690/DF, a conclusão apresentada pelo Delegado Federal Marlon Oliveira Cajado dos Santos nos autos do Inquérito Policial nº 4.243, que também tramita perante o STF — afirmando, conforme notícias já veiculadas pela mídia, “haver suficientes indícios de materialidade e autoria” da prática do crime de obstrução à Justiça (Lei nº 12.850/2013, art. 2º, §1º) em relação ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em virtude de sua nomeação para o cargo de Ministro Chefe da Casa Civil da Presidência da República no dia 16/03/2016.

Celso de Mello foi claro em sua decisão ao afirmar que “a investidura de qualquer pessoa no cargo de Ministro de Estado não representa obstáculo algum a atos de persecução penal que contra ela venham eventualmente a ser promovidos perante o seu juiz natural, que, por efeito do que determina a própria Constituição (CF, art. 102, I, alínea “c”), é o Supremo Tribunal Federal”.

Esse entendimento, no entanto, não vale para Lula. No dia 20/03/2016, o ex-Presidente foi impedido de exercer o cargo de Ministro de Estado a despeito de preencher todos os requisitos previstos no artigo 87 da Constituição Federal. 

O impedimento foi imposto por liminar deferida pelo Ministro Gilmar Mendes, que mudou seu posicionamento de longa data sobre a ilegitimidade de partidos políticos para impugnar esse tipo de ato e acolheu pedidos formulados pelo PSDB e pelo PPS.

Agora um agente policial pretende transformar em crime um ato de nomeação que cabia privativamente à então Presidente da República Dilma Rousseff. Para chegar a tal conclusão, o agente público recorreu à “mídia especializada em política”, mas deixou de apresentar qualquer fundamento jurídico para sua manifestação.

Registra-se que carece de fundamento igualmente a outra acusação contra Lula de obstrução à Justiça, aquela relativa à suposta compra do silêncio de Nestor Cerveró.

Os depoimentos colhidos nessa ação têm exposto a fragilidade da tese, principalmente considerando que o próprio Cerveró desmentiu qualquer ação do ex-Presidente no sentido de retardar sua delação.

O ato do Delegado Federal Marlon Cajado se soma a diversas outras iniciativas de agentes públicos que perseguem Lula por meio do uso indevido da lei e dos procedimentos jurídicos, prática internacionalmente conhecida como “lawfare”.

Esperamos que o STF rejeite a proposta do citado agente policial e aplique em relação a Lula o mesmo entendimento que é destinado aos demais jurisdicionados.

Cristiano Zanin Martins

Dilma

Segundo o advogado da ex-presidente Dilma Rousseff Alberto Toron, o relatório apresentado é uma peça administrativa burocrática que representa apenas a opinião do delegado sobre os episódios investigados. A ex-presidente Dilma Rousseff insiste não ter praticado nenhum dos crimes sugeridos pelo documento.

Questionado sobre a referência do relatório à nomeação do ex-presidente Lula à Casa Civil em março do ano passado, o advogado lembrou a nomeação recente de Moreira Franco à Secretaria Geral da Presidência, concedendo foro privilegiado ao ex-deputado, também investigado na Lava Jato.

"[Nesta ocasião] O Supremo Tribunal Federal não viu qualquer obstrução da Justiça e, de fato, não há. [...] Caso o ex-presidente Lula fosse empossado, seria processado perante o Supremo Tribunal Federal, que é um órgão de Justiça, não é a não-Justiça.

O foro não pode ser visto como obstrução", afirmou Toron.

Mercadante

Leia a íntegra da nota divulgada pela defesa de Aloizio Mercadante:

O ex-ministro Aloizio Mercadante recebe com surpresa a manifestação policial no inquérito que apura gravações de conversa que teve com o Sr. Eduardo Marzagão, assessor do então senador Delcidio do Amaral. 

Os diálogos não retratam qualquer tentativa de obstrução da Justiça, mas um gesto de apoio pessoal. Nas conversas, Mercadante diz expressamente que não interferiria na estratégia jurídica de Delcídio e nem na decisão por eventual delação. 

Sugeriu, apenas, que a defesa buscasse a rediscussão da prisão do Senador junto ao Senado Federal, com absoluta legalidade e transparência, uma vez que acreditava na ausência dos requisitos para a detenção.

Mercadante reafirma que jamais intercedeu junto a qualquer autoridade para tratar deste tema. Reitera que confia plenamente na Justiça e no Ministério Público Federal, colocando-se, como sempre, à disposição das autoridades para todos os esclarecimentos necessários.

Pierpaolo Bottini, advogado de defesa do ex-ministro Aloizio Mercadante




Policiais Militares prende quatro e baleia dois em Mossoró

Uma perseguição policial que teve início na entrada do Conjunto Vingt Rosado na tarde desta segunda feira (20), em Mossoró no Rio Grande do Norte que envolveu várias viaturas da polícia Militar acabou com quatro elementos presos sendo que dois foram baleados.

De acordo com as primeiras informações a quadrilha teria praticado um assalto na cidade de Areia Branca/RN .

A Polícia Militar conseguiu fazer o cerco e prender os assaltantes na Avenida Leste Oeste.

Os dois baleados foram socorridos pela PM para o Hospital Tarcísio Maia.


Em instantes mais informações






Polícia Civil investiga morte de adolescente em micareta

Portal BO

O delegado titular da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa, Ben Hur Cirino de Medeiros afirmou que já existe uma equipe investigando a morte da adolescente Maria Raquel de 15 anos vítima de um golpe de punhal no peito durante uma micareta, na noite do sábado (19). A mãe da jovem, que testemunhou o assassinato, apontou uma suspeita do crime.

Ben Hur informou que mesmo de posse do nome de uma possível autora a Divisão de Homicídios precisa ouvir testemunhas para evitar erros nas investigações. "Já estamos trabalhando, temos uma linha importante para o crime, mas tratamos o caso com total cautela. O delegado de plantão que atendeu o caso colheu muitas informações que serão cruciais para a elucidação do homicídio", declarou.


A mãe da adolescente, Maria Goreth da Silva disse que sabe quem matou a filha e que a suspeita Joyce Soares (Imagem abaixo) já se envolveu em outras mortes, inclusive de um policial. "Eu vi minha filha ser morta e vi também que fez isso com ela, mas vou confiar na polícia porque todos da família querem justiça", desabafou. Qualquer informação sobre o caso o telefone disponível para a denúncia é o 181.



Após assassinato de prefeito, carnaval de Umarizal é cancelado



O carnaval de rua da cidade de Umarizal, na região Oeste potiguar, foi cancelado. A informação foi confirmada por um dos coordenadores do evento, Marcos Paulo. “Não há mais clima na cidade”, lamentou. O carnaval aconteceria de 25 a 27 de fevereiro e contava com o apoio da prefeitura na iluminação e segurança.


O ex-prefeito Marcos Fernandes (PSD), foi morto a tiros na manhã deste domingo (19) dentro de uma casa de jogos.

Segundo Paulo, o clima é tenso na cidade. “A família do ex-prefeito é daqui, ele era muito querido”, explicou. Ainda segundo Paulo, o carnaval aconteceria com doações e investimento privado e custaria cerca de 5 mil reais.

Baile infantil carnavalesco leva mil pessoas à Cidade da Criança





A meninada vestiu a melhor fantasia e foi para o parque no domingo pular carnaval. Os pais, alegria, estampada no rosto, entraram no clima da folia e não se cansavam de gravar vídeos de dos momentos de intensa alegria.

Até o céu, que ameaçava uma chuva nas primeiras horas do dia, permitiu que o Baile Infantil da Cidade da Criança mostrasse cultura, inclusão social, e uma grande descontração para um público estimado em mil pessoas.

Ao som de frevo, samba e Maracatu, o Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, realizou uma animada prévia infantil, com direito a decoração temática e uma exposição de imagens de crianças com maquiagem carnavalesca.

Lá estavam pequenos super-heróis, sereias, fadinhas, bruxinhas cantando e dançando ao som da Fanfarra Zila Mamede que interpretou antigas marchinhas de Carnaval diante de uma plateia interativa.

Coordenada pelo Centro de Promoção Cultural da FJA, a festa trouxe ao palco do anfiteatro o grupo de frevo Pés de Moleque, a Nação Zamberecatu, grupo de Teatro Perseverança (São José de Mipibu), a ala infantil da Malandros do Samba e a cantora mirim Bia Vilar e banda.

O bailinho teve como mestres de cerimônia os apresentadores infantis Larissa e Guilherme e Larissa, do Programa Adoleta, que convidou as crianças para brincadeiras no palco.

Um dos destaques foi a presença da Youtuber Gabi Paz, atualmente com dez mil seguidores, que interagiu com a plateia e fez entrevistas ao vivo com os participantes.

Na entrada da Cidade da Criança está aberta a exposição Fantasias de Criança, que exibe o resultado das oficinas realizadas na Cidade da Criança pelo artista visual Novenil Barros e pela arte-educadora Gerusa Câmara.

A ação de carnaval da FJA teve antes na sexta-feira uma atividade realizada no Hospital Varela Santiago com a apresentação da Fanfarra Zila Mamede e das pinturas faciais de Novenil Barros.


Muita alegria e solidariedade para amenizar o tratamento dos pequenos pacientes.


RN tem mais um fim de semana de boas chuvas; só em Tangará, 22,3mm



Choveu forte no Rio Grande do Norte ao longo do fim de semana. Foi o segundo consecutivo de boas chuvas em todas as regiões do estado. Segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), das 7h da sexta-feira (17) até o início da manhã desta segunda (20) foram registradas precipitações em 90 locais de captação. 
Em Umarizal, no Oeste potiguar, nos três dias choveu 148 milímetros.

Na mesma região, também choveu forte em:

Pau dos Ferros (128mm) 
Paraná (125mm)
Apodi (122mm) 
Água Nova (113,2mm) 
Ipanguaçu (113,1mm) 
Viçosa (90mm)
Campo Grande (85,7mm ) 
Riacho de Santana (84mm)

Também caíram chuvas em Severiano MeloDoutor SeverianoTenente AnaniasCaraúbasJucurutu, Marcelino Vieira, UpanemaAreia Branca e Paraú.


A região Central registrou boas precipitações nos municípios de: 

São João do Sabugi (130mm)
São Fernando (106,1mm),
Jardim de Piranhas (62mm) 
Timbaúba dos Batistas (45mm) 
São Vicente (42,3mm)
Jardim do Seridó (32mm) 
Florânia (31,5mm). 
Cerro Corá, Caicó, Ouro Branco, Angicos, Parelhas e Fernando Pedroza.

No Agreste, os maiores volumes de chuva caíram em :

Monte Alegre (42mm) 
Lajes Pintadas (35mm) 
Japi (26mm) 
Coronel Ezequiel (25mm)
Tangará (22,3mm) 
Jaçanã (18 mm) Também choveu em São Bento do Trairi, Barcelona, São Paulo do Potengi, Sítio Novo e Ruy Barbosa.

Já na região Leste, choveu em: 

Montanhas (68,3mm),
Senador Georgino Avelino (53,2mm) 
Parnamirim (53,2mm) 
Taipu (31mm) 
São Gonçalo do Amarante (26,3mm) 
Canguaretama (21,1mm) 
Natal(19,6mm)  
Maxaranguape (13mm)

Previsão do tempo

Meteorologistas e representantes de diversas instituições nacionais estão reunidos no Rio Grande do Norte para discutir e apresentar a previsão do tempo para o Nordeste brasileiro nos meses de março, abril e maio. O estado passa atualmente pela mais longa e severa seca de sua história. O boletim meteorológico será divulgado nesta terça-feira (21) às 11h.


Polícia Civil investiga queima de ônibus em Cerro Corá

A Delegacia de Polícia Civil de Currais Novos abriu um inquérito policial para investigar e descobrir quem são os autores que queimaram quatro veículos escolares da cidade, sendo três ônibus e um microônibus pertencentes ao município de Cerro Corá, na noite deste domingo (19). Os ônibus eram utilizados para transportar os moradores para as comunidades da cidade, além de estudantes às escolas do município e também ao IFRN de Currais Novos.


“Nossa equipe veio até a cidade, na manhã desta segunda-feira (20), para realizar a colheita dos depoimentos. Já começamos a oitiva de testemunhas e de alguns adolescentes que estavam próximos ao local do crime. Esperamos descobrir em breve, os autores do fato. Por enquanto, não podemos atrelar o crime a uma motivação política”, afirmou o delegado de Currais Novos, Paulo Ferreira.





Em nota, prefeita de Cerro-Corá lamenta destruição de ônibus escolares e suspende inicio do ano letivo



Em nota assinada pela prefeita Maria das Graças de Medeiros Oliveira, a mesma lamenta a onda de violência que seu município foi vítima, na noite deste domingo (19), quando quatro ônibus escolares foram destruídos. Os transportes foram adquiridos com recursos do programa Caminhos da Escola, e serviam para transportar alunos da zona rural.

Meus amigos e minhas amigas, conterrâneos cerro-coraenses,
É com muita tristeza que venho expressar o nosso sentimento de repúdio aos fatos que ocorreram nesta madrugada do dia 20 de fevereiro. De forma maldosa, criminosos atearam fogo em quatro ônibus que pertencem ao nosso povo. Estes veículos, adquiridos através do Programa Caminhos da Escola, serviam exclusivamente para o transporte dos nossos alunos. Os ônibus estavam estacionados no pátio do Centro de Convivência de Idosos – Bairro Tancredo Neves sob a guarda de vigilante noturno como de costume.

Todos eles passaram por processos de revisão e reparo nos últimos dias para que os nossos alunos da rede pública de ensino fossem transportados a partir desta segunda-feira, dia 20/02, dia em que se iniciariam as aulas na rede pública municipal e estadual de ensino. Tendo em vista o ocorrido, torna-se insustentável o início deste ano letivo como estava programado. Assim, pedimos a compreensão da nossa população ao mesmo tempo em que informamos que a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desportos juntamente a este Gabinete tomarão todas as medidas necessárias para que o ano letivo se inicie e transcorra dentro da sua normalidade. O novo calendário será divulgado nestes próximos dias.

É muito triste ver o que a maldade e o ódio podem fazer com as pessoas. É muito triste ver como existem pessoas que se dispõem tão somente a fazer o mal a si mesmo e aos outros prejudicando vidas inocentes. Mas tenham a garantia que esta Administração irá empreender e apoiar todos os esforços para que se inicie um processo de investigação e resulte na penalidade justa aos responsáveis por este crime. Criminosos! Esta é a palavra que define, seja quem for os responsáveis por este ato de vandalismo e depredação do patrimônio público.

Reiteradamente, fica aqui a minha tristeza, o meu pesar e o nosso desejo de que a justiça divina e humana sejam cumpridas aos verdadeiros culpados. Fiquem todos sob a proteção de Deus!


Cerro Corá/RN, 20 de fevereiro de 2017.
Maria das Graças de Medeiros Oliveira
Prefeita Constitucional


Policiais Militares recuperam carro roubado e prende dupla no Bairro do Alecrim em Natal

Policiais Militares do 1°BPM prenderam dois homens na noite deste domingo (19) no bairro do Alecrim, zona leste de Natal. 

A PM foi informada via Ciosp das características do carro tipo Fiesta de placas (OFT-6835) com queixa de roubo/furto e durante diligências se deparou com o veículo já nas proximidades da avenida presidente bandeira foi realizado o acompanhamento até a comunidade da Guarita onde a dupla foi detida. 

Eles foram identificados como Matheus Vinicius da Silva e Raylson Fernando do Nascimento.

Ambos foram conduzidos a Central de Flagrantes para confecção de inquérito policial civil.







Operação "MADRUGADA SEGURA" prende dois homens com armas, celulares e relógios em Caicó


Policiais que participam da Operação “Madrugada Segura” em Caicó apreenderam na madrugada desta segunda-feira (20), em uma casa no Bairro Novo Horizonte (Rabo da Gata), uma pistola .40 e 1 carregador da pistola intacto, uma espingarda calibre 12 com 03 cartuchos intactos e 1 deflagrado, vários aparelhos de celulares, vários relógios e 500 reais em dinheiro.

No mesmo lugar foram presos dois homens que reagiram a chegada da Polícia no local e precisaram ser contidos. 

Eles foram identificados como Francinildo da Silva (Nildinho) e Antônio Marlos Soares de Araújo (Bizuca).

Segundo informações é que a pistola apreendida, foi tomada de um policial em assalto na zona rural de Caicó na semana passada.


A Polícia investiga a possibilidade de a pistola ter sido usada para matar o comerciante, Braz Soares, crime ocorrido no início da noite de sábado (18), às margens do Rio Barra Nova.






Homem é flagrado pela Polícia Militar no momento que estava depenando um veículo com queixa de roubo

Em uma operação policial ocorrida na noite desse domingo, (19), na zona leste de Natal entre várias unidades da PM, policiais destemidos da CIPTUR ao dar apoio as viaturas do 1º BPM em uma ocorrência de veículo suspeito, flagraram um homem identificado por Jerfeson Martins da Silva, 27 anos morador da comunidade do Jacó, Rocas.

No momento da prisão o acusado estava depenando um veículo Voyage prata de placa NNT-9157 com queixa de roubo na antiga comunidade do Maruim, Rocas na zona leste de Natal e também outro veículo Focus. A vítima do Voyage foi até o local e reconheceu o carro como também as ferramentas que estavam em poder de Jefferson na residência do mesmo, pois os policias se dirigiram até a residência do acusado por suspeitar ter mais produtos de roubo.

Diante do flagrante o mesmo foi conduzido a Central de Flagrantes para confecção de inquérito policial civil.