sábado, 21 de janeiro de 2017

Polícia Militar garante segurança, mas poucos ônibus saem das garagens em Natal



O retorno dos transportes coletivos às ruas de Natal, previsto para acontecer na manhã deste sábado (21), desde as 6h, ainda não foi totalmente efetivado. A Polícia Militar informou ao G1 que, mesmo garantindo a realização de uma operação especial, a maioria das empresas está com os ônibus nas garagens.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte (Sintro-RN), a frota de ônibus da capital potiguar é formada por 630 veículos. Nesta época do ano, em razão das férias, 380 mil pessoas usam o transporte público diariamente na cidade.

O major Franco, oficial responsável pela comunicação da PM, disse que desde às 4h da madrugada policiais estão nas ruas para a operação que foi planejada em reunião nesta sexta-feira (20) visando garantir segurança nos principais corredores da capital e também nos terminais de ônibus.

"Mesmo assim, apenas as empresas Trampolim e Conceição saíram das garagens no início da manhã, como estava previsto. Nossos oficiais de operação estão em negociação com as empresas e motoristas para que as demais possam voltar a circular o quanto antes", comentou.


A expectativa, conforme foi anunciado nesta sexta, era de que os ônibus circulassem nesse sábado de 6h às 18h, com frota equivalente a dos domingos. Além da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, as Forças Armadas também está atuando nas ruas de Natal para tentar inibir novos ataques contra o transporte público.
























Diretor do ITEP nega que existam cabeças sobrando em Alcaçuz



Segundo Marcos Brandão, o instituto possui ainda cinco corpos, sendo dois decapitados. O diretor do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão, negou nesta sexta-feira (20) que o um número de cabeças maior que o de corpos dos presos mortos na rebelião da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, ocorrida no último sábado (14). 

De acordo com Brandão, a veiculação dessa informação causou espanto. “Isso saiu de algum lugar que eu não sei de onde. Isso não procede. Nós temos no Itep cinco corpos com três cabeças. Não tem essa situação de ter mais cabeça do que corpos. Isso até nos surpreendeu, não sei de onde surgiu essa informação”, afirmou. A informação do número excedente de membros foi publicada no blog do jornalista Jacson Damasceno.

Sobre uma nova coleta dos corpos após confronto provocado ontem (19) entre as duas facções na unidade prisional, o diretor disse que o aparato montado inicialmente será mantido. “Vamos manter a estrutura, a gente aguarda ser acionado quando a situação se estabilizar. De modo imediato a gente não vai fazer a perícia lá porque a área está insegura, mas assim que a gente for acionado, a gente vai verificar”, explicou. 

Marcos Brandão explicou que ainda não é possível estimar o número de mortos no novo embate, inclusive cogita a possibilidade de haver corpos dentro dos pavilhões. 

“Eu estive lá hoje de manhã, mas a situação ainda não se torna possível fazer essa contagem de corpos. Tem que fazer uma busca bem concentrada porque não é só a parte externa, tem que ver a questão dentro dos pavilhões”, disse.



Prefeitura de Caicó descobre venda ilegal de túmulos em cemitério



A nova gestão da Prefeitura Municipal vem a público informar a população de Caicó que descobriu um esquema de venda ilegal de túmulos (terrenos) ocorridos em 2016 dentro do Cemitério São Vicente de Paula no bairro Paraíba e que está adotando todas as medidas necessárias e cabíveis para apurar responsabilidades através de sindicância, bem como levar o caso as autoridades policiais competentes para que os responsáveis sejam devidamente punidos perante a lei.

A gestão também convoca pessoas que por ventura tenham comprado túmulos de forma ilegal através deste tipo de ação criminosa a comparecerem a Prefeitura Municipal para que possam da mais detalhes sobre o ocorrido. Já foi descoberto a participação de três servidores do município de Caicó e uma senhora da zona rural que foi vítima da ação em dezembro de 2016 e terá 1.200,00 devolvidos pelos autores do fato.

O Município de Caicó através da gestão do Prefeito Batata informa que não compactua nem irá compactuar com qualquer tipo de ação ilícita ocorrida no âmbito da administração pública e que se novos fatos criminosos ocorridos em anos anteriores forem descobertos eles serão levados as autoridades policiais para serem devidamente apurados e seus autores.


Segundo a Revista Época, trapalhada do Governo culminou em sete dias de rebelião no RN

Da Revista Época

Já fazia mais de 100 horas que, com escudos improvisados e rostos encobertos por camisetas, presos dominavam a penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Na manhã da quarta-feira, dia 18, o pátio da cadeia lembrava um campo de batalha medieval prestes a explodir. Criminosos da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) ocupavam o lado esquerdo da arena. Separados por uma barricada de chapas de madeira, membros da organização potiguar Sindicato do Crime (SDC) estavam a postos à direita. Àquela altura, com o peso de 26 assassinatos desde o início da rebelião, o governo estadual se viu emparedado. Em desvantagem, decidiu negociar.

A missão foi encabeçada pela delegada Sheila Freitas, diretora da Polícia Civil na Grande Natal. Sheila é descrita em uma homenagem de parlamentares como “sinônimo de força e de muita determinação”, predicados úteis nas tratativas com a bandidagem. Segundo um integrante do alto escalão do governo, a negociação aconteceu na sede da polícia, no bairro Cidade Esperança, com José Claudio Cândido do Prado, o Doni Gil, um dos chefões da facção paulista no Rio Grande do Norte. O acordo foi registrado em ata. Na segunda-feira, dia 16, ele havia sido retirado do presídio com outros quatro do PCC para presídios federais. Foi Doni quem determinou os termos da rendição. Em troca de devolver a calmaria à cadeia, exigiu que o governo transferisse dali somente membros do SDC – no mundo do crime, mudar de “casa” é como ter a prisão decretada pela segunda vez. Sheila consentiu, e o pacto foi selado.

Ao determinar a remoção de 220 detentos de Alcaçuz, nenhum deles do PCC, o governador Robinson Faria (PSD) ignorou a recomendação do setor de inteligência prisional: a de retirar integrantes da facção paulista em vez dos membros da potiguar, por serem minoria – 500 diante de 1.000. “O que dissemos não foi levado em consideração”, afirmou Wallber Virgolino, secretário de Justiça e Cidadania, em entrevista a ÉPOCA. Num roteiro recorrente para autoridades da segurança pública, Faria negou com veemência qualquer tipo de acordo com o crime, assim como minimizou a divergência com Virgolino. Sheila negou-se a atender à reportagem por impossibilidade de agenda.

Desavenças em momentos de crise são sinais inequívocos de que a situação está fugindo do controle. A confusão entre as autoridades logo foi sentida fora do gabinete. Na mesma tarde do aval para a remoção dos presos, chefes do Sindicato do Crime emitiram um “salve”, como são chamadas as ordens, determinando que os ataques chegassem às ruas. Pela primeira vez desde o começo da crise na segurança pública – deflagrada em outubro passado, em decorrência de uma guerra entre PCC e a carioca Comando Vermelho (CV) –, a barbárie saiu das prisões.

A Grande Natal foi tomada por cenas de horror. A Polícia Militar registrou pelo menos 38 incêndios e ataques a ônibus, carros oficiais e prédios públicos. Amedrontada, boa parte dos turistas não saiu dos hotéis. Na manhã da quinta-feira, dia 19, a batalha campal se concretizou em Alcaçuz – e pôs fim ao frágil armistício costurado com o governo. Os presos se enfrentaram com barras de ferro, pedras e pedaços de pau e armas de fogo. A Polícia Militar afirmou que os detentos “estavam armados e se matando”. Sobrou até para o diretor do presídio, Ivo Freire, ferido por estilhaços. Houve mais mortes, mas o número não foi confirmado.

O levante em Alcaçuz começou na tarde de sábado, dia 14, logo depois do horário de visita. Segundo agentes penitenciários, presos do PCC derrubaram o muro que os separava da ala ocupada pelo SDC e partiram para a matança. Ciente do poder de fogo dos bandidos, o governo decidiu não invadir para evitar um novo Carandiru, o massacre ocorrido em São Paulo em 1992, com 111 mortes de presos confirmadas – e nenhum policial ferido. Na manhã da terça-feira, dia 17, o governador Faria disse que a situação no presídio estava “sob controle”, mas a rebelião continuou. 

O Ministério Público do Rio Grande do Norte investiga se carcereiros facilitaram a entrada de armas de fogo e coletes à prova de bala no presídio. O massacre, segundo o governo do estado, foi uma retaliação da facção paulista ao episódio ocorrido em Manaus em janeiro. Na ocasião, a organização Família do Norte (FND), aliada do CV, assassinou pelo menos 56 integrantes do PCC.

A inépcia do governo do Rio Grande do Norte ao longo da semana é consequência de um erro maior: ter deixado o caminho livre para que as facções se estabelecessem ali. Roraima, Amazonas, Santa Catarina, Ceará, Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas e Paraíba (ler o quadro abaixo) compartilham da mesma inaptidão. Só neste ano, esses estados tiveram guerras em presídios com saldo de 136 assassinatos – quase um terço do total das mortes registradas em 2016. A ampla maioria com decapitações, para demonstrar poder.

No Rio Grande do Norte, o governo demorou pelo menos quatro anos para admitir a presença de uma organização criminosa no estado. Desde 2003, já se tinha notícia da influência da facção paulista na Grande Natal, segundo o livro Crime organizado e sistema prisional, do promotor paulista Roberto Porto. Na publicação, Porto cita que “integrantes do setor de inteligência da Polícia Militar de Natal localizaram, em março de 2004, na favela do Mosquito, em Natal, propaganda e inscrições da organização criminosa PCN”. Primeiro Comando de Natal é como o PCC era inicialmente conhecido ali.

A equipe de inteligência do sistema prisional do Rio Grande do Norte, entretanto, só identificou em 2007 os primeiros indícios de uma sucursal potiguar do PCC. Naquele ano, dois detentos – Alexandre Thiago da Costa Silva, o Xandinho, e Jackson Jussier Rocha Rodrigues, o Monstro, mais tarde morto em confronto com a polícia – foram enviados de Alcaçuz para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. Lá, tiveram contato com integrantes do PCC. Aprenderam com os profissionais do crime. De volta ao Rio Grande do Norte, reproduziram os ensinamentos.

Confortável com a lacuna deixada pelo governo, o PCC se estabeleceu e cresceu. Um dos chefes da sucursal potiguar responsáveis pela rebelião da última semana, João Francisco dos Santos, o Dão, já havia dado uma demonstração de força no passado. Segundo documentos obtidos por ÉPOCA, em 2013 comandou dois motins. Em 2014, foi flagrado circulando desinibidamente com um celular na cadeia. Considerado um preso violento, Dão foi condenado pelo assassinato do radialista Francisco Gomes de Medeiros, em Caicó, no interior do estado.

A resposta à invasão de uma facção forasteira veio nos anos seguintes. Em março de 2013, criminosos que discordavam da “obediência cega” ao PCC, segundo uma promotora, criaram o SDC. Disputavam o controle do mercado de drogas dentro e fora dos presídios. Apesar da divergência, o SDC adotou práticas e estrutura quase idênticas às de seu rival – desde o estatuto, uma espécie de código de conduta do crime, ao organograma de funções.


O governador Robinson Faria veio a público na quinta-feira para dar uma resposta às trapalhadas ao longo da semana. No ponto mais agudo da crise, anunciou a entrada do Batalhão de Choque em Alcaçuz como medida imediata para conter a batalha medieval. Prometeu mais. Na entrevista ao canal de TV Globonews, disse ao vivo para o Brasil que, na manhã seguinte, daria início à construção de um muro para isolar grupos rivais. Parecia ter esquecido que a derrubada de um, dias antes, permitiu o massacre em Alcaçuz.




Delação da Odebrecht tem 1.048 páginas e descreve 256 ilegalidades

A delação da Odebrecht tem um índice de 11 páginas que se refere a mais de 1.048 delas, nas quais são descritas 256 condutas ilícitas da empresa.

As informações constam em documento do Ministério Público Federal tornado público na Justiça do Paraná nesta sexta-feira (20).

“Não há qualquer dúvida sobre a extensão e a relevância da colaboração a que se dispõe a empresa, restando, assim, preenchido um dos principais requisitos – se não o principal – para a homologação de um acordo de leniência”, afirma o MPF.

Ao detalhar as 1.048 páginas de delação e as mais de 256 condutas ilícitas, o Ministério Público informava à Justiça que a 5ª Câmara de Coordenação e Revisão homologou o acordo de leniência da Odebrecht, trazendo efeitos para as ações cíveis.

Em relação às ações penais, o acordo de leniência ainda depende, contudo, da homologação do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância.


Avião usado por Teori estava sendo observado há mais de 2 semanas, diz jornalista

 



As autoridades aeronáuticas precisam agir com o máximo de rapidez na apuração das causas do acidente com o avião que caiu em Paraty com 5 pessoas, entre elas o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. Isto porque, caso contrário, poderão surgir teorias das mais variadas que servirão de elementos para agitar a já tumultuada vida política brasileira. As versões mais fortes são de caráter “conspiratórios”, e, apesar de algumas teses parecerem inverossímeis, até o final da investigação, elas não devem ser descartadas.

Só o laudo técnico isento recolocará o país em tranquilidade.

De fato, cresce uma sensação: a queda do avião propicia a convicção de que algo “estranho” pode ter acontecido, pois fica difícil para um leigo acreditar que um piloto experiente erraria a pista de pouso a menos de 2 quilômetros. Também por isso, – e por ser praxe – a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) em Angra dos Reis abriram inquéritos e vão levar tudo em conta.

Na internet, usuários da rede especulam que a delação da Odebrecht que seria homologada por Teori não incriminaria a ex-presidente Dilma Roussef e nem Lula, mas que exporia Michel Temer e aliados. Outras pessoas, dizem o oposto.

A única forma de tornar a verdade transparente é uma investigação séria, irretocável e acima de qualquer suspeita. A queda do avião do candidato à presidência Eduardo Campos, na época, já foi cercada de versões sombrias.


Segundo informação do jornalista Claudio Tognolli, do Yahoo, a PF está recolhendo indícios de que o avião usado por Teori estava sendo observado há mais de duas semanas. A foto do avião com mesmo prefixo foi vista quase 1.900 vezes em um único dia, 3 de janeiro.




Corpo do ministro Teori Zavascki chega ao Rio Grande do Sul

Do G1 RS



O corpo do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki chegou ao RIo Grande do Sul na manhã deste sábado (21), para o velório que será realizado no plenário do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre. O presidente da República, Michel Temer, e outras autoridades devem comparecer.

O corpo de Teori chegou à Base Aérea de Canoas, na Região Metropolitana, por volta de 7h20, onde estavam familiares. A presidente do STF, Cármen Lúcia, também aguardava no local. Após, o corpo seguiu em cortejo pela BR-116 para a capital gaúcha. Conforme a assessoria de imprensa do tribunal, após a chegada do corpo, a ministra já estava no local.

Segundo a assessoria de imprensa da Corte, a cerimônia está marcada para começar 9h e será inicialmente fechada para família e amigos. A partir das 11h, o local será aberto para visitação pública. O corpo será sepultado às 18h no Cemitério Jardim da Paz, também em Porto Alegre.

O ministro do STF morreu na quinta-feira (19), aos 68 anos, em um acidente aéreo no litoral do Rio de Janeiro. Viúvo desde 2013, Teori deixa três filhos. Ele se tornou ministro do STF em 2012 por indicação da então presidente da República, Dilma Rousseff.

O presidente Michel Temer embarcará às 11h, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para Porto Alegre, para acompanhar a cerimônia. A agenda oficial de Temer prevê que o presidente irá chegar ao velório às 13h.

Metade dos ministros do Supremo deverá vir ao Rio Grande do Sul para o velório de Teori. Relator da Lava Jato na Suprema Corte, Teori estava de férias e viajava para a casa de praia do empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do Grupo Emiliano.

Filgueiras também morreu na tragédia. Além dele e do ministro do STF, morreram outras três pessoas na aeronave: Osmar Rodrigues (piloto do avião), Maira Lidiane Panas Helatczuk (massoterapeuta de Filgueiras) e Maria Ilda Panas (mãe de Maira).



Trump e Melania dançam "My Way", de Sinatra, no baile presidencial

Novo presidente relembrou tema de campanha durante primeiro baile oficial.



O novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, elegeram a música "My Way", de Frank Sinatra, para seu primeiro baile como novos moradores da Casa Branca.

O casal foi recebido com aplausos e ovações por centenas de pessoas no Centro de Convenções de Washington.

"Bem, conseguimos e disseram que não tínhamos chances, mas vencemos. E hoje tivemos um grande dia", destacou Trump, em uma breve mensagem que dirigiu a seus seguidores após entrar no palco.

"Queremos que grandes coisas aconteçam em nosso país, queremos fazer os Estados Unidos grande novamente e faremos isso", prometeu o magnata, lembrando seu lema de campanha "Make America Great Again" ("Faça a América grande novamente").

"Este é um movimento e agora o trabalho começa, sem jogos, sem diversão, o trabalho começa agora", afirmou Trump, que logo em seguida começou a dançar com sua esposa.

No meio da canção "My Way", fizeram sua entrada no palco o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, e sua esposa, Karen.

Há oito anos, em outro baile histórico, a cantora Beyoncé interpretou "At last", de Etta James, na primeira dança entre o ex-presidente Barack Obama e sua esposa, Michelle.

Desde 1809, as posses dos presidentes dos EUA são acompanhadas pelos tradicionais bailes, transformados em grandes eventos sociais para políticos de todo o país.


Após questionar Neymar, imprensa espanhola exalta boa fase do brasileiro

Brasileiro vira manchete nos principais jornais esportivos do país: "Ele está de volta”


Só dá Neymar nas manchetes catalãs neste sábado. Após fazer as pazes com os gols, o craque brasileiro virou destaque nos principais jornais de Barcelona, "Sport" e "Mundo Deportivo", que exaltam o crescimento do atacante brasileiro após um momento conturbado. Até mesmo o "Marca", diário de Madri que recentemente virou alvo do camisa 11 por conta de uma manchete que o criticava, avalia em seu site que ele "recuperou a sua melhor versão".

Neymar faz, Barça encerra "maldição" do Anoeta e abre vantagem nas quartas
Neymar volta a marcar após 11 jogos, e Barça vai às quartas da Copa do Rei
O "Mundo "Deportivo" destaca o crescimento de Neymar em 2017, dizendo que o brasileiro entrou neste ano "mais pilhado e com o faro de gol renovado". Além disso, informa que o brasileiro sofreu mais pênaltis que Cristiano Ronaldo desde que iniciou a sua trajetória no Campeonato Espanhol: 19 x 13. 


Já o "Sport" afirma: "Ney está de volta". Segundo o jornal catalão, o brasileiro recuperou o seu protagonismo no Barcelona, deixou a má impressão para trás e está novamente com a pontaria afiada.

Rumo a Madri, o "Marca" segue na mesma linha e diz que as coisas mudaram para o brasileiro, após dizer que a diferença entre e seus companheiros de MSN era "gritante".

- Não era o mesmo de outras temporadas, sobretudo quando se via a sua quantidade de gols - avaliou o jornal, que diz essa percepção mudou com as atuações neste ano, em especial com as atuações nos recentes compromissos pela Copa do Rei. 


Mesmo com a chegada das Forças Armadas, carro é incendiado em Natal

Ao todo, 34 veículos, prédios públicos e delegacias foram alvos de ataques, a Polícia ainda investiga se ataques têm relação com rebelião em Alcaçuz.

Do G1 RN



Um veículo particular foi incendiado na madrugada deste sábado (21) na Zona Oeste de Natal, mesmo após o início da atuação das Forças Armadas na região Metropolitana da capital potiguar. Segundo a Polícia Militar, quatro homens teriam ateado fogo no carro. Ninguém foi preso.

Policiais do 9º Batalhão da PM disseram ao G1 que o grupo estava armado. O crime aconteceu por volta das 4h na rua Arco-Íris, no bairro de Felipe Camarão.


Ainda durante a madrugada, enquanto o veículo queimava, populares perceberam a ação e conseguiram apagar as chamas.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (DEATUR), prendem dupla após roubar grupo de turistas na praia do meio em Natal, nesta sexta-feira (20)

Policiais civis da Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur), com o apoio da 2ª Delegacia de Polícia, prenderam em flagrante, nesta sexta-feira (20) na Praia do Meio, Willian Matheus dos Santos, 19 anos, e Cristiano Souza de Menezes, 22 anos, suspeitos de terem furtado celulares e acessórios pessoais de um grupo de turistas de São Paulo. 

Em diligências, a polícia localizou os suspeitos próximo a uma residência e apreendeu com os mesmos 39 pedras de crack.


A dupla foi encaminhada à Deatur, onde foram reconhecidos pelas vítimas do furto, sendo autuados por roubo e tráfico de drogas.






Descubra mitos e verdades sobre o roteador, "Lata de alumínio melhora sinal sem fio"

Mesmo sendo aparelhos que usamos diariamente, é muito comum que roteadores sejam cercados de mitos sobre seu funcionamento, que acabam sendo levados como verdade por muitos. Pensando em acabar um pouco com esse ar de mistério em torno desses aparelhos, resolvemos listar alguns mitos e verdades sobre roteadores.

Wi-Fi turbinado: os roteadores que foram maior destaque em 2016

Desde o uso de latas de alumínio para aumentar o alcance do seu sinal wireless até reiniciar o aparelho para melhorar a internet, é hora de saber o que é verdade e o que é lenda sobre roteadores.

1. “Não é preciso atualizar o roteador se ele está funcionando corretamente”

Por padrão a ideia de não atualizar um aparelho que está funcionando parece boa, mas, ao mesmo tempo, você também evita que o roteador receba novas medidas de segurança e novas funções. Levando isso em consideração, atualizar o roteador deve ser algo tão comum como atualizar seu smartphone ou computador.



2. “Frequência wi-fi de 5.0 Ghz gera um sinal melhor”

Roteadores wireless trazem a possibilidade de criação de redes de 2.4 Ghz e 5.0 Ghz. Olhando de maneira lógica, a rede de 5.0 Ghz, supostamente, traria uma conexão melhor e com maior alcance, mas não é assim na realidade.
Conexões de 5.0 Ghz são indicadas para casos em que vários aparelhos estão ligados na mesma rede, desafogando um pouco a conexão. Já as conexões com 2.4 Ghz podem alcançar uma distância maior, conseguindo atravessar melhor paredes.
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

3. “Trocar roteador de um ano por outro mais novo melhora o sinal”

Isso é um mito que tem certo fundo de verdade, mas que depende muito da situação. A ideia de comprar um roteador novo para ter uma conexão melhor, geralmente, é uma falácia para vender novos aparelhos, já que com algumas atualizações (veja o primeiro mito), roteadores mais antigos podem receber funções que melhoram as conexões recebidas.
Porém, é válido comentar que, caso o roteador seja muito antigo e de fato não possa receber atualizações que o tornam apto a conectar com os novos tipos de rede disponibilizadas por operadores, talvez seja a hora de escolher um novo para sua casa ou escritório.

4. “Roteador instalado na altura do chão é melhor”

Existe um mito que deixar o roteador em local baixo ajuda na hora de receber um sinal mais forte. Isso não faz sentido, já que ele precisa de espaço “limpo” para expandir o seu sinal.
A verdade é que você precisa colocar o seu roteador em um local alto e sem muitos objetos em volta. Dessa forma, o seu sinal pode passar sem grandes interferências até o seu aparelho.

5. “Quanto mais antenas no roteador, maior será o alcance do sinal”


Existem roteadores com diversas antenas e, erroneamente, muitas pessoas acreditam que o número de antenas aumentará a distância que o sinal alcançará. Quando isso não acontece, todos acabam se frustrando.

A verdade é que a quantidade de antenas melhora a qualidade do sinal, pois ele é dividido entre elas. Dessa forma, mais antenas trazem mais estabilidade e velocidade ao usuário, enquanto a distância desse sinal continua a mesma caso o roteador tivesse apenas uma antena.


6. "Não existe necessidade de um roteador com dual ou triband"

Muitas pessoas acreditam que funções como dual ou triband em um roteador não servem para muita coisa além de complicar a configuração de sua rede. Só que esse tipo de possibilidade ajuda bastante na hora de equilibrar a velocidade e estabilidade de sua conexão.
Com a divisão da rede wireless, por exemplo, para aparelhos como smartphones e outra para computadores, o usuário pode ter uma internet com uma qualidade maior.

7. "Lata de alumínio melhora sinal sem fio"

Procurando pela internet, você vai encontrar diversas gambiarras para melhorar a qualidade do sinal da sua internet. Um dos mais conhecidos é da latinha de alumínio. É um truque que tinha tudo para dar errado, mas funciona, até certo ponto.


Apesar de não ser indicado por várias empresas que fabricam roteadores, é possível ampliar o alcance do seu sinal, que rebate na lata e vai para outras áreas. Só vale comentar que, se for feito de maneira incorreta, a gambiarra terá o efeito oposto, prejudicando a sua conexão.

8. "Microondas e secadores de cabelo podem atrapalhar o sinal de rede"

Muita gente já escutou dizer que aparelhos domésticos como micro-ondas e até o secador de cabelo podem interferir no sinal de Wi-Fi, e essa “lenda” é verdade. No caso do micro-ondas, isso acontece porque ele opera na mesma frequência que o roteador. As ondas que o equipamento emite ao esquentar a comida podem acabar vazando, mesmo que seja pouco, e piorar o sinal do Wi-Fi.

Com o secador o motivo é outro, mas também é verdade. O caso dele é o mesmo que diversos outros eletrodomésticos conectados na mesma rede elétrica. Eles geram um ruído na tomada, que lembra o “chuvisco” nas TVs antigas quando alguém ligava uma batedeira, por exemplo. A forma de conter esse problema é dimensionando e instalando corretamente os circuitos elétricos do ambiente.

9. "Reiniciar o roteador ajuda no retorno da internet"

Você teve problemas com a sua internet, nada conectava, entrou em contato com o suporte da sua operadora e ouviu do atendente o velho pedido para reiniciar o modem. Na sua cabeça, aquilo é algo tão insignificante que não resolveria o seu problema, mas a verdade é que, de fato, pode resolver.
Conforme você acessa a internet, dependendo da maneira como é feita a conexão, portas do seu modem e roteador acabam com dados “entalados” nela, impedindo uma conexão estável. Reiniciando o seu modem, essas portas são liberadas, permitindo que os dados passem normalmente.

10. "Ter mais de um roteador atrapalha o sinal sem fio"

Ter mais de um roteador próximo ao seu modem pode, ao contrário de que muitos acreditam, atrapalhar o seu sinal de Wi-FI. Isso acontece geralmente em prédios com muitas conexões próximos e com aparelhos similares, que emitem sinais em canais idênticos.
Para minimizar esse problema, é interessante configurar o seu roteador em outro sinal caso você sinta que sua conexão não está entregando uma experiência de navegação satisfatória.


Pastor é preso por abuso sexual de fiéis durante rituais no ES, diz polícia

Entre as vítimas, estão três adolescentes e duas maiores de idade, o acusado admitiu que realizava rituais de libertação, mas negou o crime.

Do G1 ES



O pastor Ernestino Cândido Filho de 38 anos, da Igreja Batista Candeia Acesa, foi preso na manhã desta sexta-feira (20) suspeito de abusar sexualmente de fiéis dentro de uma igreja, durante rituais, em Vila Velha, no Espírito Santo.

O delegado Lorenzo Pazolini, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), disse que o pastor usava o respeito que tinha na comunidade para influenciar as vítimas.

O pastor da igreja que fica no bairro no bairro Rio Marinho estava em casa no momento da prisão e negou o crime para a polícia.

Pazolini disse que o pastor é suspeito de abusar sexualmente de três adolescentes. Além disso, outras duas mulheres também registraram uma queixa contra ele na Delegacia da Mulher, em Vila Velha.

As investigações indicam que os abusos aconteciam durante um trabalho de libertação que ele realizava em um cômodo dentro da própria igreja, durante a tarde. As vítimas ficavam cerca de meia hora no local e o pastor ungia o corpo delas falando que iria “libertar demônios”.

“As crianças ou adolescentes eram convocados pelo menos uma vez pelo pastor para irem a esse local, denominado 'gabinete', para passarem por um processo de libertação. 
Essas crianças eram despidas e, a partir daí, o pastor tocava nas partes íntimas delas. 

Em algumas situações, ele pedia para que essas crianças e adolescentes tocassem as partes íntimas dele”, relatou o delegado.

Os familiares das vítimas denunciaram os abusos na DPCA e receberam ameças do suspeito.“Ele procurou algumas vítimas, pais e responsáveis no emprego, realizou telefonemas a vítimas e até mesmo a testemunhas, tentando mudar depoimentos. Fez ameaça de morte, e ameaçou a segurança e a saúde da família”, disse Pazolini.

O suspeito confirmou para a polícia que realizava os trabalhos de libertação, mas nega que abusava das adolescentes e mulheres. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Proteção da Criança e o Adolescente (DPCA) e foi preso por estupro de vulnerável.

O advogado Schuster Andrade, que defende o pastor, disse que o suspeito não tem relação nenhuma com as acusações. "O objetivo é apenas pejudicá-lo. Temos provas robustas disso", comentou Andrade.

Questionado pela reportagem sobre quais são os motivos das vítimas quererem prejudicar o suspeito, o advogado disse que só dirá em juízo. 

A Organização de Apoio as Igreja Batistas do Espírito Santo, que faz parte da organização das Igrejas Batistas do Brasil, disse que a Igreja Batista Candeia Acesa não faz parte da congregação.


O pastor suspeito de abuso sexual é o responsável pela Igreja Candeia Acesa.


Para 83% dos brasileiros, morte de Zavascki não foi acidente



Para 83% dos brasileiros a morte do ministro do STF e relator da Lava-Jato Teori Zavascki não foi acidente. Apenas 15% acreditam em fatalidade, enquanto 1,3% não soube ou não quis responder.

A pesquisa foi realizada a partir de questionário online entre os dias 19 e 20 de janeiro de 2017 pelo Instituto Paraná Pesquisas.




O Sine-RN oferece mais de 25 oportunidades de empregos para segunda-feira (23)

SINE/RN

O Sine-RN oferece, mais de 25 oportunidades de emprego em Natal e Mossoró. 

Para concorrer às vagas, o candidato deve se cadastrar via Internet no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego através do endereço maisemprego.mte.gov.br ou na unidade do Sine Matriz Cidade da Esperança, localizada na Rua Adolfo Gordo, s/n, Cidade da Esperança - Natal-RN no prédio da Central do Trabalhador no horário de 8h ás 16h ou em qualquer agência do Sine nas centrais do cidadão de Natal e no interior. 

O interessado que não tem cadastro e acesso ao Portal Mais Emprego, pode comparecer as Agências do SINE, com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Número do PIS, cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O atendimento é de acordo com o horário de funcionamento das centrais do cidadão e do SINE Matriz Cidade da Esperança no prédio da Central do Trabalhador, das 8h às 16h. 

VAGAS PERMANENTES - NATAL e GRANDE NATAL OCUPAÇÃO    QUANT. DE VAGAS 

AGENTE DE MICROCRÉDITO    4 
ENGENHEIRO ELÉTRICO    1 
FISCAL DE OBRAS    1 
MECÂNICO DE AUTO EM GERAL    1 
PIZZAIOLO    1 
SUSHIMAN    5 

Total     13 

MOSSORÓ E REGIÃO OCUPAÇÃO    QUANT. DE VAGAS 

CONSULTOR DE VENDAS    1 
EMPREGADO DOMÉSTICO NOS SERVIÇOS GERAIS    1 
FARMACÊUTICO    1 
RESGATISTA SOCORRISTA    3 
TÉCNICO DE ENFERMAGEM    5 
VENDEDOR PRACISTA    1 

Total    12 

Vagas abertas no Sistema Mais Emprego, acesso em 20/01/2017 às 14h40min - Joacir Morais.

Trabalhador, todas as oportunidades estão sujeitas à alteração. Para saber em tempo real qual ocupação está de acordo com o seu perfil profissional, acesse com seu login (PIS) e senha no Portal Mais Emprego do Ministério do Trabalho e Emprego no endereço (maisemprego.mte.gov.br). 

Polícia prende irmão de preso de Alcaçuz que teria incendiado ônibus em São Paulo do Potengi (VEJA IMAGENS)



Policiais Militares e Civis do 3º Pelotão de São Paulo do Potengi prenderam nesta sexta-feira (20) a pessoa de Maciel Cavalcante da Silva, 22 anos, acusado de ter incendiado dois micro-ônibus escolares na cidade. 

Após receberem informações do elemento as forças policiais de SPP conseguiram prender nas primeiras horas da manhã.

Maciel confessou o crime e relata que se atrapalhou na hora de incendiar os veículos vindo a se queimar durante o ato.


O homem foi conduzido à delegacia regional de São Paulo do Potengi, onde ficou à disposição da justiça.



Reflexão de Geraldo Melo sobre o muro entre facções de Alcaçuz

Do ex-governador Geraldo Melo em seu Facebook: 


Forças Armadas devem atuar nas ruas de Natal ainda nesta sexta-feira (20)



Os militares do Exército, Marinha e Aeronáutica devem ocupar a partir desta sexta-feira, 20, as ruas de Natal. A chegada contingente de 1,2 mil homens - oriundos da Paraíba, Ceará e do Rio Grande do Norte - foi autorizada ontem, 19, pelo presidente Michel Temer. As Forças Armadas farão o patrulhamento das principais vias, pontos turísticos da região metropolitana da capital.

Esta é a segunda ação dos militares no patrulhamento ostensivo de Natal nos últimos seis meses. Por 21 dias, ainda em agosto de 2016, isso após uma série de ataques a ônibus e prédios públicos, também foi necessário o emprego do Exército, Marinha e Aeronáutica. 


A Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal, chegou, nesta sexta-feira, 20, ao seu sétimo dia de rebelião. Pela manhã, o clima era de relativa tranquilidade, apesar da circulação livre dos detentos pelos pavilhões, alguns deles ocupando o teto das estruturas ainda com as bandeiras hasteadas.