.

.
.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

IBGE divulga hoje índice que reajusta aposentadorias e pensões do INSS



Será divulgado nesta quarta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de dezembro e o acumulado do ano, que servirá como base para o reajuste de benefícios pagos pela Previdência Social e para a correção das parcelas do seguro-desemprego. 

Em novembro, por exemplo, o percentual acumulado fechou 12 meses em 7,38%.

No caso dos 22,3 milhões de aposentados e pensionistas do INSS que ganham apenas um salário mínimo, o valor do benefício reajustado já foi divulgado.

O piso nacional subiu de R$ 880 para R$ 937 (alta de 6,47%). Os dez milhões de segurados que ganham além desse valor, porém, dependem do INPC acumulado de 2016 para saber de quanto será aumento anual, retroativo a 1º de janeiro deste ano. Um percentual de 7,5% havia sido previsto pelo governo no relatório do Orçamento da União aprovado pela Comissão Mista do Congresso, mas o índice tende a ser menor.

Em 2016, o teto da parcela do seguro-desemprego foi reajustado para R$ 1.542,24. O valor aumentou R$ 156,33 em relação ao de 2015, com uma correção de 11,28%, que seguiu a variação da inflação anual.


A correção dos valores das parcelas — que deverá ser que ser divulgada ainda hoje ou até amanhã, pelo Ministério do Trabalho e Emprego — será válida para trabalhadores desligados sem justa causa, pescadores artesanais em período do defeso, trabalhadores resgatados em condições análogas à de escravo e profissionais com contratos de trabalho suspenso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário